Rituais

Para lá do horizonte
Data/Hora: 16 jan 2019 18:29

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 12 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 01 abr 2007 23:25 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
Expedições - Regras de circulação em grupo

Em expedição, quando se circula em grupo, devem ser observadas as seguintes regras:

1. Cada condutor é sempre responsável pela viatura que vem atrás. Independentemente de ter ou não a viatura da frente em linha de vista, sempre que haja caminhos alternativos e a opção seja distinta do percurso principal (o que segue em frente ou está claramente melhor marcado), deve parar e esperar pela viatura à sua responsabilidade.

2. Se se perdeu ou se perdeu a viatura à sua responsabilidade, deve voltar ao último ponto que com segurança consegue reconhecer como pertencente ao percurso e esperar.

3. Todos os elementos do grupo devem conhecer o percurso planeado, o ponto notável de onde vêm e o próximo ponto notável para onde vão.

4. Quando se planeia um percurso, devem ser definidos pontos de reencontro frequentes. Se esse trabalho não foi feito, em cada reagrupamento deve ser definido o ponto de reencontro seguinte e este deve ser do conhecimento de todo o grupo.

5. Não é fundamental ter a viatura de trás sempre em linha de vista, nem sequer esperar em cada entroncamento de pistas, desde que se siga pela pista principal. É prudente que periodicamente verifique se a viatura à sua responsabilidade se mantém no percurso planeado. Se ganhou alguma distância, aproveite um local bonito para uma fotografia ou uma pausa para “esticar as pernas” e, quando a viatura seguinte chegar, já poderá prosseguir.

6. Manter um ritmo dinâmico numa expedição, sobretudo se o grupo for numeroso, é fundamental para se conseguir cumprir um planeamento. Sem que seja necessário fazer uma viagem como se fosse uma competição, é importante não empenhar o ritmo do grupo com os nossos atrasos. Nas paragens é fundamental não ficar para trás. E nas saídas pela manhã, cumpra as horas planeadas. Um atraso seu compromete todo o grupo e é uma falta de respeito para aqueles que se levantaram cedo e que provavelmente também gostariam de ficar mais tempo na cama. Quinze minutos de tolerância na saída é mais do que razoável. Depois disso, como todos conhecem o percurso, haverá certamente oportunidades de reencontrar o grupo.

7. Uma boa forma de manter o ritmo de viagem e ao mesmo tempo fomentar a participação de todo o grupo, é utilizar o “Método de Rotação ao Penúltimo” (preconizado por Joaquim Silva/Quim). Neste método fixa-se a primeira e última viatura. A primeira faz a orientação e quando se justifica, com um sinal de quatro piscas, dá instruções à viatura seguinte para ficar a marcar a direcção tomada aos restantes elementos do grupo. Esta só deverá dar a tarefa como terminada quando chegar a última e nessa altura entra à sua frente. Desta forma mantêm-se as primeira e última viatura, enquanto as restantes vão rodando e assim o ritmo é bastante mais dinâmico.

8. Uma boa forma de manter o ritmo de viagem e ao mesmo tempo garantir que todos os participantes passam no percurso definido é, marcar pontos de controlo numerados, ao longo do percurso. As viaturas têm números atribuídos e cada viatura é responsável por controlar uma outra viatura. No momento em que passam num ponto de controlo, informam desse facto identificando o número da viatura e o número do ponto de controlo. O parceiro é responsável por alertar/verificar quando a viatura à sua responsabilidade não controlou determinado ponto.


Editado pela última vez por palves em 30 jun 2008 00:10, num total de 1 vez.

Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: viajar em grupo
MensagemEnviado: 05 abr 2007 14:39 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 17 nov 2006 00:42
Mensagens: 5
Localização: Seixal / Portugal
" Grupo " : Conjunto de coisas que formam um todo; Conjunto de indivíduos que têm interesses comuns; Reunião de pessoas; pequena associação; ... ( in diciunário da Texto Editora )

Entam viajar em " Grupo ", quer dizer : viajar num todo sempre acompanhando quer o da frente quer o de traz, quando um para, param todos; quando andam, andam todos; daí terem interesses comuns, e viverem em associação.

O contrario disto é viajar em corrida ou ao acaso.


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: viajar em grupo
MensagemEnviado: 05 abr 2007 19:38 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
Valido,

Antes de fazer os meus comentários quero começar por esclarecer e enquadrar.

Esclarecer: Os textos que escrevo são dinâmicos. Ou seja, se algum comentário que lhes seja feito fizer sentido, estou sempre disponível para os modificar. Este não é diferente!
Escrevi este texto tendo por base a experiência de várias viagens e também pela observação de algumas opiniões de gente muito mais experiente que eu. Se consegui transcrever e ao mesmo tempo sintetizar, isso agora é que já não posso afirmar sem ler outras opiniões.

Enquadrar: Este ponto é sobretudo para quem nos ler e que não associe os teus comentários à experiência de uma expedição recente.

Em Janeiro fizemos uma viagem por Marrocos em formato expedição. Foi a primeira vez que viajei com o Paulo Valido e tanto quanto sei, foi também a primeira viagem dele neste formato.

Tiramos sempre ensinamentos de todas as viagens que fazemos e nem sempre concordamos uns com os outros.

Neste caso uma parte significativa dos elementos do grupo não participaram activamente na definição do percurso, não levavam meios nem tinham conhecimentos que proporcionassem autonomia de navegação nas zonas mais isoladas e surpreenderam-me por nem sequer terem comprado um mapa de Marrocos.
Este texto e o texto "Viagens e actividades no âmbito do Projecto Rituais" procuram documentar as coisas que me pareceram fundamentais de observar numa expedição.

Da parte do Paulo Valido havia a crítica de que eu me afastava muito do grupo.

PValido Escreveu:
Entam viajar em " Grupo ", quer dizer : viajar num todo sempre acompanhando quer o da frente quer o de traz, quando um para, param todos; quando andam, andam todos; daí terem interesses comuns, e viverem em associação.

De todo, não posso concordar! Até nos passeios aqui no burgo este formato faz com que se progrida muito pouco. Mas aceito que nas trialeiras cá em Portugal esse seja mesmo o motivo mais interessante. Ou seja, um atasca, os outros divertem-se com isso. Empurram, mandam umas bocas, tiram umas fotografias, etecetera.
Numa expedição há normalmente muitos km para fazer. O percurso é planeado para ser rolante e por isso todo o grupo tem de colaborar. A não ser que se forme um grupo que especificamente quer ir para África reproduzir o formato das trialeiras cá em Portugal.
No meu caso pessoal uma das componentes que mais me atrai numa expedição é exactamente a socialização. Para isso reservo as paragens para comer e sobretudo a noite à volta da fogueira. Tirando isso, vou para conhecer locais, rolar num ritmo "decente" e encontrar algum isolamento que cá não tenho.
Não faz sentido nenhum quando um para, pararem todos. Nem mesmo andarmos todos muito perto uns dos outros porque com isso só ganhamos pó nos filtros, no carro e nas narinas.
Entendo que seja algo angustiante para quem não tem a noção de onde está e que direcção seguir caso se perca do grupo, se não tiver alguém em linha de vista. Mas isso não se resolve forçando a "filinha pirilau". Resolve-se ganhando autonomia.

PValido Escreveu:
O contrario disto é viajar em corrida ou ao acaso.

"Em corrida" viaja-se quando se rola a velocidade exagerada. Nunca foi o meu caso! Por outro lado não somos todos obrigados a andar ao mesmo ritmo, desde que se cumpram algumas regras para não condicionar o grupo.
"Ao acaso" viajam aqueles que não sabem onde estão. Excepto que estão em Marrocos, é claro! ;)

Espero que não vejas a minha resposta como uma provocação. Trata-se apenas de uma opinião que não é concordante com a tua.

Mas gostava de ler outras!

_________________
Paulo Alves
Estar longe é estar (des)perto!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Opinião
MensagemEnviado: 30 abr 2007 22:06 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 28 nov 2006 22:23
Mensagens: 49
Localização: Portugal
Permitam-me opinar sobre este tema :!:

As minhas ideias:

1- Caso o Grupo, na totalidade, esteja habituado a expedições, concordo plenamente que ninguém deve andar a "levar com o pó dos outros". Além das razões colocadas pelo Paulo, existe uma outra que acho ser mais importante: o Perigo que se torna em ir atrás de outro. Digo isto porque já aconteceu comigo. Quando menos se espera um atasca e todo o grupo atasca, isso até poderá ter piada em algumas situações mas noutras.... :?

2- Caso existam alguns membros menos experientes no grupo, acho que pelo menos dois devem circular, não junto, mas próximo. Para na eventualidade de algum problema surgir, ser mais fácil a resolução do mesmo, bem como não atrasar o grupo.

3- Quanto ao "Método de Rotação ao Penúltimo", acho um sistema muito eficaz, mas não para tiradas muito grandes. Pode-se tornar chato e lento para todo o grupo.

Nota: Todas as ideias pressupondo que todos os elementos do grupo levam algum meio de comunicação rápido e eficaz.

Filipe Silva.

Desafios ao limite!


Editado pela última vez por fsilva em 30 abr 2007 22:53, num total de 2 vezes.

Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Opinião
MensagemEnviado: 30 abr 2007 22:43 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
fsilva Escreveu:
Permitam-me opinar sobre este tema :!:

Mais que permitir... lamento não te seguirem o exemplo. Na verdade esperava maior debate em torno deste tema que penso ser do maior interesse.

Vou "contra"comentar ;)

fsilva Escreveu:
1- Caso o Grupo, na totalidade, esteja habituado a expedições, concordo plenamente que ninguém deve andar a "levar com o pó dos outros". Além das razões colocadas pelo Paulo, existe uma outra que acho ser mais importante: o Perigo que se torna em ir atrás de outro. Digo isto porque já aconteceu comigo. Quando menos se espera um atasca e todo o grupo atasca, isso até poderá ter piada em algumas situações mas noutras.... :?

Por acaso acabas de me fazer recordar uma situação nesta viagem.
Estavamos a rolar de noite (erro!) e com muito fesh-fesh no ar. Não se via palmo. Mas dava perfeitamente para manter uma dezena de metros, guiados pela luzes do carro da frente.
Apesar do perigo que isso representava, eu trazia um carro coladinho na traseira. Entrei numa vala muito devagar porque o carro mal cabia lá dentro. Já com meio carro fora da vala, como não dei gás, não consegui sair à primeira. Deixei o carro descair meia roda e ouvi apitar. O carro de trás já estava dentro da vala :shock:

fsilva Escreveu:
2- Caso existam alguns membros menos experientes no grupo, acho que pelo menos dois devem circular, não junto, mas próximo. Para na eventualidade de algum problema surgir, ser mais fácil a resolução do mesmo, bem como não atrasar o grupo.

A fechar o grupo vinha sempre o Zé Ventura que tem experiência. Para trás ninguém ficava :roll:

fsilva Escreveu:
3- Quanto ao "Método de Rotação ao Penúltimo", acho um sistema muito eficaz, mas não para tiradas muito grandes. Pode-se tornar chato e lento para todo o grupo.

Concordo em pleno! Para expedições à séria, o melhor é marcar pontos de passagem que o grupo vai "picando" por rádio e pontos de reagrupamento que devem ser mais regulares (20-30Km) no caso de o grupo integrar motos.
O método de rotação só se justifica quando há mudanças de direcção constantes. Ou seja, cá no burgo, ou em montanha.

fsilva Escreveu:
Nota: Todas as ideias pressupondo que todos os elementos do grupo levam algum meio de comunicação rápido e eficaz.

Uns CB, outros VHF, outros PMR, outros com um mix e outros ainda, nada. Mas claro, em caso de necessidade, queima-se o pneu da roda sobresselente :D

_________________
Paulo Alves
Estar longe é estar (des)perto!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 29 jun 2008 01:12 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 18 nov 2007 00:45
Mensagens: 29
Localização: Corroios / Seixal / Portugal
Permitam-me que dê a minha opinião.
Tenho feito algumas incursões por Marrocos e tem me calhado sempre a mim "coordenar" toda a expedição.
Além de toda a preparação para que as coisas corram pelo melhor, vou-me centrar numa técnica que uso para rolar em grupo.

Sabendo que num grupo à sempre opiniões, conduções e motivos que levam cada um a ter optado por essa mesma expedição, eu opto por fazer sempre um pequeno breefing na véspera ao jantar, adiantando minimamente o dia seguinte.
Saímos sempre juntos mas sei que pouco depois os espaços entre viaturas vai aumentar, isto por questões de segurança em andamento bem como para transmitir mais sensação de liberdade a cada um.
Uma regra é que não deixo ninguém participar sem rádio cb, quando não têm arranjo emprestado e faz com durante o dia se vá cumprindo volta e meia um chek in a todos os participantes, quando não alcanço alguns peço a outros que chamem por eles e fazemos ponte de passsgem de informações, quando sentimos que a distância começa a aumentar pedimos aos mais adiantados para abrandarem um pouco.
Outra regra de ouro é não ir sempre a falar ao rádio, serve isto para que quando um participante por algum motivo tem que parar, ou por um furo ou porque se enterrou, esse elemnto avisa logo ao rádio e essa informação passa a todos por "ponte" e uma regra de ouro é parar todos onde quer que estejam até que esse elemento diga que está safo ou que precisa de ajuda.
Faço isto porque estamos muito longe de casa e temos que nos entreajudar e uns percebem de umas coisas e outros de outras e tudo junto consegue-se tirar experiências e todos aprendem.
As refeições em pista são sempre com todos juntos.
Isto só para dizer que não devemos ir uns em cima dos outros mas também não podemos esquecer que estamos inseridos num grupo.

Um exemplo: numa caravana de 10 jipes entre o jipe da frente e o de trás chega a haver 10 a 12km de distância, mas como disse volta e meia fazemos o check in.


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 30 jun 2008 00:03 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
xpTTo Escreveu:
Permitam-me que dê a minha opinião.

Todas são bem vindas e da discussão nasce a luz ;)

xpTTo Escreveu:
Tenho feito algumas incursões por Marrocos e tem me calhado sempre a mim "coordenar" toda a expedição.
Além de toda a preparação para que as coisas corram pelo melhor, vou-me centrar numa técnica que uso para rolar em grupo.

Sabendo que num grupo à sempre opiniões, conduções e motivos que levam cada um a ter optado por essa mesma expedição, eu opto por fazer sempre um pequeno breefing na véspera ao jantar, adiantando minimamente o dia seguinte.

Isto já marca uma diferença significativa. É que, por definição, nas expedições que temos feito, não há um coordenador. O que não quer dizer que não possa acontecer, se alguém quiser assumir esse papel e os restantes gostarem de ser coordenados :)

xpTTo Escreveu:
Uma regra é que não deixo ninguém participar sem rádio cb, quando não têm arranjo emprestado e faz com durante o dia se vá cumprindo volta e meia um chek in a todos os participantes, quando não alcanço alguns peço a outros que chamem por eles e fazemos ponte de passsgem de informações, quando sentimos que a distância começa a aumentar pedimos aos mais adiantados para abrandarem um pouco.

É de bom senso que todos tenham rádio. Não deixar que ninguém participe sem rádio, já pressupõe que se trata de uma organização e que essas são as regras ou, quando se lança a actividade, diz-se que será nesses moldes.
Embora ache que por razões de segurança o rádio é muito importante, não me parece fundamental. Mas repito que, isso depende sempre dos pressupostos que forem definidos.

xpTTo Escreveu:
Outra regra de ouro é não ir sempre a falar ao rádio, serve isto para que quando um participante por algum motivo tem que parar, ou por um furo ou porque se enterrou, esse elemnto avisa logo ao rádio e essa informação passa a todos por "ponte" e uma regra de ouro é parar todos onde quer que estejam até que esse elemento diga que está safo ou que precisa de ajuda.
Faço isto porque estamos muito longe de casa e temos que nos entreajudar e uns percebem de umas coisas e outros de outras e tudo junto consegue-se tirar experiências e todos aprendem.
As refeições em pista são sempre com todos juntos.
Isto só para dizer que não devemos ir uns em cima dos outros mas também não podemos esquecer que estamos inseridos num grupo.

Um exemplo: numa caravana de 10 jipes entre o jipe da frente e o de trás chega a haver 10 a 12km de distância, mas como disse volta e meia fazemos o check in.

Não ir sempre a falar no radio, além de ser uma regra de segurança como bem dizes, é também a única forma de minimizar a possibilidade da malta desligar o radio porque já não suporte tanta balela. Conheço que já o tenha feito :roll:
Concordo em pleno com o que dizes em relação à entre-ajuda. É uma questão de solidariedade com quem tem problemas. Isso claro, assumindo que o problema não era mais do que esperado. É que também já tenho visto casos de gajos que mereciam ficar a "apanhar um solzinho" :twisted:

O esquema de check-points que recomendas é efectivamente eficaz. Já o utilizámos na Mauritânia e resultou muito bem. Mas obriga à definição de pontos de controlo que a malta vai "picando" por radio.
Adicionei o ponto 8 do meu texto.

As tuas sugestões e comentários são efectivamente pertinentes.

_________________
Paulo Alves
Estar longe é estar (des)perto!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 30 jun 2008 13:55 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 18 nov 2007 00:45
Mensagens: 29
Localização: Corroios / Seixal / Portugal
Quando falei em coordenador, não é porque seja o papel que mais goste, mas neste tipo de expedições, quando se leva um programa delineado, acho bem que haja alguém que controle a expedição.

Quando lá estou com o grupo, tento aproveitar ao máximo a viagem como eles, afinal estamos lá é para nos divertirmos, mas... com regras, senão o melhor mesmo é ir a solo e responder só por si.

Uma expedição é como no mar temos que nos precaver em terra e lá no mar temos que remar todos para o mesmo lado.

E já agora aproveito para mais uma vez salientar a qualidade deste fórum. Parabéns. :wink:


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Boas falas
MensagemEnviado: 30 jun 2008 21:15 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
Dizes grandes verdades! E rematas melhor ainda :lol:

_________________
Paulo Alves
Estar longe é estar (des)perto!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 08 jul 2008 01:31 
Desligado
Membros

Registado: 02 mai 2007 16:46
Mensagens: 9
Localização: Albarraque/Portugal
Não venho acrescentar nada a este tópico. Apenas gostaria de afirmar que está muito bom. :wink:
Estou desejoso de a médio prazo, poder vir a pôr em práctica tudo isto.

_________________
A vida são dois dias, e um já passou!


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 11 nov 2008 12:56 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 15 out 2008 12:45
Mensagens: 6
Localização: Figueira da Foz/Portugal
palves Escreveu:
Expedições - Regras de circulação em grupo
...

8. Uma boa forma de manter o ritmo de viagem e ao mesmo tempo garantir que todos os participantes passam no percurso definido é, marcar pontos de controlo numerados, ao longo do percurso. As viaturas têm números atribuídos e cada viatura é responsável por controlar uma outra viatura. No momento em que passam num ponto de controlo, informam desse facto identificando o número da viatura e o número do ponto de controlo. O parceiro é responsável por alertar/verificar quando a viatura à sua responsabilidade não controlou determinado ponto.


Boas, sou novato nestas andanças das expedições e venho desde já dar os parabens ao palves, autor destas regras.

No entanto, e tendo tambem em conta a minha inexperiencia, considero haver uma alternativa mais fiável ao controlo dos postos de controle:


neste sentido penso que será mais eficaz que cada jipe tenha consigo uma folha de controle de pontos de controlo e de cada vez que um jipe passa nesse ponto de controlo , este informa os restantes jipes do seu feito, identificando o número da viatura e o numero/nome do ponto de controlo.

Em resposta todos os restantes jipes (por ordem numérica) devem reportar que receberam a mensagem informando também o número da sua viatura.

na folha de controle dos pontos de controlo deverá existir também um espaço para que cada um assinale a comunicação que recebeu e se se apercebeu que todos receberam a mesma mensagem.

esta, quanto a mim, é também uma forma de com alguma regularidade se poder confirmar que está tudo bem com os restantes jipes.

_________________
Carro d'AssalTTo --> Nissan Terrano I
Objectivo --> África


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Alternativa
MensagemEnviado: 11 nov 2008 23:02 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
Ou seja, todos controlam todos e acrescenta-se um documento que pode validar o último ponto controlado por alguém que se venha a perder. Parece-me um pouco mais complicado, mas tem a vantagem de manter a malta toda entretida :lol:

No método que sugeri, apenas um tem outro com que se preocupar. O que significa que mais facilmente se apercebe que o companheiro não controlou um dos pontos.

Penso que todos os métodos acabam por ser bons, desde que funcionem 8) Importante mesmo é que se defina um com que todos concordem e adoptem.

_________________
Paulo Alves
Estar longe é estar (des)perto!


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 12 mensagens ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal