Rituais

Para lá do horizonte
Data/Hora: 14 nov 2018 04:41

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 Mensagem ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 27 set 2008 16:48 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
ImagemMemórias de antigas viagens

Autor: Joaquim Silva (Quim)
Publicado em: Lista Fórum-TT-GE

Estava-se em guerra! E eu ia visitar o inimigo!!
Era uma guerra fria, não havia o calor dos combates nem o cheiro a pólvora dos disparos, somente a angústia de poder sobrevir o dia do juizo final.

Fui 'convidado' a visitar uma casa: não era uma casa qualquer.
Fizeram-me perguntas que eu não entendia, mais perguntas e mais perguntas, e eu continuava a não entender. Mandaram-me esperar...
A Rosalina olhava angustiada, da rua para as janelas grandes, onde eu lhe acenava, para se acalmar.
Após longas horas alguém chegou e me chamou. Era uma alemã bem nutrida por sinal. Fez-me outra vez perguntas... Ah! Estas eu já entendia, era noutra língua: o que é que eu tinha andado a fazer, por onde tinha andado, onde tinha dormido... "Bem, andei por aí, sabe estamos de férias, como temos data marcada para chegar à fronteira da União Soviética e temos tempo pensámos em fazer um pouco de turismo pela Alemanha Oriental". Mas não deviamos, o nosso visto era de transito, só de alguns dias, o suficiente para atravessarmos o país. "Pois, mas sabe, eu não sei alemão e o visto estava escrito somente na sua língua e ninguém na fronteira me avisou"...
O auscultador do telefone levanta-se e, outra vez naquela língua para mim inintelígivel gerou-se um diálogo, onde só me apercebi algumas vezes do pronunciar dum vocábulo parecido com 'famili'.
A nutrida senhora levanta-se, olha-me... cumprimenta-me e deseja-me boa viagem.

Eu olhava pacientemente enquanto as viaturas, o jeep e a rulote, eram minuciosamente revistados. O polícia desceu as escadas que davam acesso ao fundo do fosso. A Rosalina e o Mário tinham ficado numa sala do edifício da fronteira e eu continuava olhando enquanto a parte inferiror do carro era verificada... Fui convidado a descer.
Outra vez perguntas. Desta vez noutra língua estranha, mas que eu também não entendia. Ele insistia... Apontava para o depósito de combustivel, insístia... "Diesel, gasóleo, é o depósito" dizia eu. Ele apontava veementemente, fazia sinais com as mãos... "Mas que raio é que este gajo quer; não está a ver que isto é o depósito de combustivel!", e encohia os ombros abrindo os braços numa demonstração de incredulidade.
Acabou por partir, mandando-me esperar.
Chegou acompanhado duma intérpetre, linda por sinal. Ah! agora já sabia o que ele queria: porque que é que o depósito tinha sido retirado? E era verdade! "Sabe, é uma grande viagem; já tinha tido problemas com sujidade no gasóleo e achei melhor retirá-lo para o limpar interiormente".
"Ok", deve ter dito, e acompanhei a linda intérprete para finalizar os procedimentos burocráticos de entrada na União Soviética.

E havia muito mais coisas para contar. Talvez um dia quando o tempo parar.

Ainda se houvesse mais fotos; que podessem transmitir o que foi uma das viagens mais interessantes que realizei: são poucas e inexpressivas, mas são o que há.

http://picasaweb.google.pt/euquim/1986UniOSoviTica#

Saudações nómadas!

Quim


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 Mensagem ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal