Rituais

Para lá do horizonte
Data/Hora: 19 set 2017 23:33

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 10 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 02 dez 2009 17:18 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 29 dez 2005 23:38
Mensagens: 766
Localização: Lisboa/Portugal
Mauritânia efectua buscas para encontrar 3 Espanhóis raptados

Nouakchott, Mauritânia (PANA) - Fortemente mobilizadas, as forças de segurança mauritanas iniciaram segunda-feira intensas buscas para encontrar supostos terroristas autores domingo à noite do rapto de três agentes humanitários espanhóis na estrada Nouadhibou-Nouakchott (cerca de 465 quilómentros), soube a PANA de fontes oficiais.

Todas as vias de passagem conhecidas no deserto foram cercadas pelas unidade do Exército.

O rapto dos três agentes humanitários espanhóis que trabalham para uma ONG de Barcelona intervém três dias depois do rapto dum cidadão francês no norte do Mali.

O Presidente mauritano, Mohamed Ould Abdel Aziz, e o seu homólogo maliano, Amadou Toumani Touré, mantiveram segunda-feira uma conversa telefónica cujo teor não foi publicado.

Depois do rapto dos agentes humanitários espanhóis, Madrid acusou o Movimento Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI).

Nos últimos anos, a Mauritânia foi palco de vários atentados terroristas. Este país, vasto território com fronteiras dificilmente controláveis, possui três milhões de habitantes.

Nouakchott - 01/12/2009
em:

Panapress


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 03 dez 2009 12:21 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 29 dez 2005 23:38
Mensagens: 766
Localização: Lisboa/Portugal
Paradeiro de 3 Espanhóis raptados na Mauritânia incerto

Nouakchott, Mauritânia (PANA) - Uma grande incerteza continuou a reinar quarta-feira sobre o rumo dos três Espanhóis, dos quais dois homens e uma mulher que trabalham para uma ONG catalã, raptados domingo passado na Mauritânia, na estrada Nouadhibou-Nouakchott, indicaram os observadores na capital mauritana.

Na terça-feira, uma parte da imprensa local e alguma internacional que citaram fontes da segurança deram conta da "iminência" da localização e libertação daqueles trabalhadores humanitários.

Essas informações foram porém desmentidas no mesmo dia pelo Presidente mauritano, Mohamed Ould Abdel Aziz, por ocasião duma audiência concedida a um membro do Governo espanhol.

Por seu turno, o embaixador de Espanha em Nouakchott, Alonso Dezcallar y Mazarredo, interrogado sobre o mesmo assunto terça-feira numa reunião com a imprensa, respondeu não poder confirmar ou infirmar as informações relativas à localização dos reféns, limitando-se a reafirmar como prioridade absoluta a salvaguarda da vida e da segurança dos seus compatriotas.

O rapto ainda não foi reivindicado, mas o Governo espanhol acusa a nebulosa rede terrorista Al Qaida para o Magrebe Islâmico (AQMI).

Na tentativa de identificar um grupo que estaria por detrás do rapto, o diário mauritano Biladi avança na sua edição desta quarta-feira duas hipótese, citando um perito associado a todas as negociações para a libertação dos reféns ocidentais vítimas de rapto no norte do Mali nos últimos anos.

Se este rapto for obra do grupo do emir Moctar Bel Moctar "Belwar", chefe terrorista semi-aposentado e que dispõe de células na Mauritânia, é possível que os raptores tenham deixado o território mauritano, já que este controla perfeitamente o terreno e goza de apoio no seio das populações do deserto, admite o perito.

"O grupo Belwar foi responsável por um ataque mortífero contra o posto militar de Lemgheity, a cerca de mil quilómetros no nordeste de Nouakchott, a 4 de Junho de 2005. Mais aberto às negociações, o chefe deste grupo teria oferecido contudo possibilidades de se encontrar os humanitários vivos", afirmou.

A segunda hipótese evocada por Biladi é dum rapto organizado pelo grupo do emir Abdel Malik Drioukdal. Este último "totalmente impiedoso, dotado dum controlo menos perfeito do terreno e pouco experimentado nas negociações, poria a vida dos reféns em perigo e poderia transformar a mulher em escravo sexual", escreve ainda o jornal citando a mesma fonte.


Nouakchott - 03/12/2009

em:
PANAPRESS


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 04 dez 2009 17:15 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 10 ago 2006 11:22
Mensagens: 315
Localização: Lisboa/Portugal
O Governo português desaconselha os cidadãos nacionais a viajarem para a Mauritânia por via terrestre devido a actos de banditismo, refere num alerta divulgado ontem.

«Desaconselham-se fortemente deslocações, por via terrestre, na Mauritânia principalmente quando os percursos forem de noite, desacompanhados e ou em estradas secundárias», lê-se no site da Secretaria de Estado das Comunidades.

....

«A criminalidade na capital, Nouakchott, é fraca mas tem vindo a aumentar, nomeadamente nos bairros da periferia e nas praias. É aconselhável não conduzir sem estar acompanhado», diz ainda o alerta.

O comunicado ainda informa que «o único ponto de acesso ao território da Mauritânia, a partir do território sob controlo marroquino, é a estrada costeira que chega a Nouadhibou, onde a segurança está assegurada. Quaisquer projectos de acesso através de outros itinerários são desaconselhados».

«Eventuais viagens no deserto deverão ser realizadas de forma organizada, em comboio (pelo menos duas viaturas), com guia, reserva de água, alimentos e combustível. Os meios de comunicação por satélite poderão tornar-se muito úteis. Há zonas onde se verificam actos de banditismo, noutras existem minas; as autoridades locais deverão ser avisadas antecipadamente da viagem e do respectivo percurso», refere ainda o alerta.

«Registam-se também actos de banditismo ao longo da fronteira terrestre com o Mali, a leste do 9.º meridiano», indica o Governo português.

No final de Novembro, três cooperantes espanhóis, da ONG Barcelona Acción Solidaria, foram sequestrados na Mauritânia quando transportavam material de ajuda num comboio formado por treze veículos que se dirigia para Dacar, a capital do Senegal.

A notícia completa pode ser lida
AQUI

_________________
José Ventura
O caminho faz-se caminhando...
http://100azimutes.wordpress.com


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 04 dez 2009 18:31 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 09 dez 2007 17:45
Mensagens: 146
Localização: Lousã/Portugal
Boas.
Tenho estado atento a todas as notícias e isso está a condicionar para além de outras coisas a Expedição de Maio. Mesmo os últimos acontecimentos no Sahara Ocidental não são uma boa recomendação, não em questão de segurança mas em termos de direitos humanos.
Inté

_________________
Parola Gonçalves
3200-084 Lousã
landlousa@gmail.com
www.landlousa.com


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 07 dez 2009 10:44 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 29 dez 2005 23:38
Mensagens: 766
Localização: Lisboa/Portugal
As Forças Armadas da Mauritânia conseguiram localizar os três espanhóis raptados no domingo. As autoridades estão agora em negociações com os sequestradores. A informação foi confirmada por Josep Ramón Jiménez, assessor de imprensa da comitiva da ONG Barcelona Acció Slidària. Contudo, de acordo com o jornal «El Mundo», Francesc Osan, porta-voz da organização, tornou pública uma mensagem do Ministério dos Negócios Estrangeiros, que adianta que não há confirmação oficial da localização dos três espanhóis.

As informações são muito contraditórias. Se o Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol não confirma que se tenham encontrado os reféns, há fontes do Conselho Real Consultivo para os Assuntos do Sahara que asseguram que os três voluntários da ONG catalã «estão bem». Fontes oficiais a que se refere o «El Mundo» dizem que os três reféns estão a 150 quilómetros a Norte de Nuakchot, perto da localidade de Zuerat.

O sequestro dos três membros da Barcelona Acció Slidària aconteceu no domingo, quando transportavam material de ajuda humanitário, numa caravana formada por 13 veículos, que se dirigia a Dakar, a capital de Senegal.


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 08 dez 2009 20:11 
Desligado
Membros

Registado: 08 set 2008 18:24
Mensagens: 49
Localização: Póvoa de Varzim/Portugal
http://www.elpais.com/articulo/internac ... uint_4/Tes

...e nós q vamos para aquelas bandas em Janeiro com o Budapest - Bamako.


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 10 dez 2009 05:12 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 05 mar 2007 20:33
Mensagens: 600
Localização: Porto/Portugal
domingos simoes Escreveu:
http://www.elpais.com/articulo/internacional/Qaeda/reivindica/secuestro/cooperantes/espanoles/elpepuint/20091208elpepuint_4/Tes

...e nós q vamos para aquelas bandas em Janeiro com o Budapest - Bamako.

Oh Simões, não me parece que a organização deixe que vá haver problema. O pior que poderia acontecer era a inclusão na caravana "nessas bandas" de um ou outro veículo de segurança 8)

Um abraço,

_________________
Barros
www.espirito-defender.com


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: no problema
MensagemEnviado: 14 dez 2009 11:56 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 29 nov 2007 02:04
Mensagens: 12
Localização: Portugal
domingos simoes Escreveu:
http://www.elpais.com/articulo/internacional/Qaeda/reivindica/secuestro/cooperantes/espanoles/elpepuint/20091208elpepuint_4/Tes

...e nós q vamos para aquelas bandas em Janeiro com o Budapest - Bamako.



Caríssimo Domingos...

Nós tb fomos com o BudapestBamako por aí abaixo e desistimos de continuar quando o Dakar foi cancelado... mas ainda assim fomos ao sul do Sahara.
A verdade é que o risco tem estado cada vez mais presente, mas na altura, toda a gente que continuou para a Mauritânia não teve problemas nenhuns, até porque, com a perda do Dakar, os países por onde passam estas provas organizadas, tem todo o interesse em que estas corram bem (são entradas significativas de $$ para economias bastante frágeis) e por isso fazem um acompanhamento reforçado, com os militares a escoltarem a caravana.
Convém sim é manter-se sempre dentro do grupo... e estar atento!
E apesar de estas noticias não serem tranquilizadoras, a verdade é que continuam a passar diariamente, centenas de outlanders por aquelas bandas! :)


abr. t


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Finalmente livres!
MensagemEnviado: 24 ago 2010 09:22 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 08 abr 2008 09:00
Mensagens: 195
Localização: Lisboa/Portugal
Foi ontem notificado pelo Governo espanhol que os espanhóis Roque Pascual e Albert Vilalta, que tinham sido raptados há nove meses no Mali pela Al-Qaeda no Magrebe Islâmico, foram finalmente libertados :D


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 25 ago 2010 19:57 
Desligado
Membros

Registado: 08 set 2008 18:24
Mensagens: 49
Localização: Póvoa de Varzim/Portugal
Juro que o pessoal do Raid Burkina 2010 não teve intervenção directa na libertação. Apenas espalhamos o nosso ar de boa sorte e alto astral na região.
Grande calvário chegou ao fim...


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 10 mensagens ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal