Rituais

Para lá do horizonte
Data/Hora: 17 fev 2019 11:51

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 4 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: [kayak] Escolha
MensagemEnviado: 01 fev 2007 15:11 
Desligado
Coordenadores
Avatar do Utilizador

Registado: 03 nov 2005 02:10
Mensagens: 2810
Localização: Lisboa e Caldas da Rainha/Portugal
Escolha de um Kayak

Introdução

Começo por dizer que este artigo:
- Resulta da uma análise empírica enquanto utilizador que também passou pelo processo de decisão
- Será melhorado conforme haja tempo

Imagem
Sit-on-Top

Quando me comecei a entusiasmar pelos kayaks, ainda não havia - pelo menos que fosse do meu conhecimento - o tipo de barco que acabei por comprar. Sempre gostei de água e de explorar. Tenho um barco semi-rígido e o kayak vem responder ao meu "enorme" problema da agilidade e portabilidade. O barco permite-me enfrentar mar com ondulação e fazer distâncias consideráveis. Mas é pesado, obriga-me a alguma logística e não o meto em qualquer lugar. Não tenho por isso a flexibilidade que o kayak me dá, de o poder levar em qualquer carro, em qualquer altura e entrar na água em quase qualquer lugar.

Procurava:
- Capacidade de carga
- Estabilidade
- Plataforma que desse suporte a alguma criatividade

<center>Imagem
Estabilidade</center>

Tipos de barco

Mesmo sabendo que há muitas variantes, acho que podemos definir a oferta do mercado da seguinte maneira:

- "Sit-on-Top" (SOT): São estáveis, inafundáveis, resistentes e com grande capacidade de carga. São normalmente feitos em plástico moldado por rotação. Tem bastantes acessórios que podem ser aplicados. São mais lentos que os barcos de fibra. A água que entra, sai logo a seguir por uns buracos do barco. Se virarem, podemos devolve-los à posição de navegação, sem ter de ir à margem.
- Canoas: São normalmente feitas de fibra, o que resulta em melhores desempenhos. São um pouco frágeis (quando ficam "entaladas", estalam). São abertas e por isso, a água que entrar, terá de ser tirada com um bartedouro. Se a água for muita, afunda. Têm boa capacidade de carga, mas é preciso observar a estabilidade na altura de arrumar as coisas.
- Kayaks: São fechados, mais instáveis e com melhores desempenhos. Há barcos de fibra e de plástico. Normalmente obrigam a alguma técnica. Sobretudo para esquimotar (manobra de recolocação do barco em posição de navegação, depois deste se virar) e para as manobras de entrada e saída no/do barco.
- Insufláveis: Têm a vantagem da arrumação mas pouco mais. São muito menos resistentes a cortes nas pedras. Tem um desempenho francamente abaixo das restantes opções. São relativamente estáveis.

Imagem
Kayak monolugar em fibra

Quanto ao formato os barcos podem ser de utilização em:

- Rio com águas calmas: Procuram-se barcos estáveis e com boa capacidade de carga. Mais largos e curtos. Tipicamente SOT’s ou canoas.
- Rio com águas bravas: Barcos muito curtos e de largura média. Tipicamente kayaks monolugar.
- Mar: Barcos longos e estreitos para furar as ondas em trajetos de longo curso. Tipicamente kayaks.
- Surf nas ondas: Barcos curtos, de largura média e com a proa ligeiramente levantada. Tipicamente kayaks de formato específico.

<center>Kayak-Surf
Imagem

Imagem

Imagem Imagem

Imagem

Imagem
Sempre longe dos perigos</center>

Para a utilização descrita

Para o tipo de utilização que pretendo para o barco, a escolha obvia era um SOT. Comprei o "Ocean Duo" da RTM (Rotomod). É um barco de 2+1 lugares. Na prática só anda com três pessoas em distâncias muito curtas e com águas tranquilas. O barco vai muito carregado e com a linha de água muito alta. Por isso torna-se instável e difícil de manobrar.

É um barco que se leva bem a 'solo'. Basta para isso que o utilizador vá sentado no banco do meio. Como o barco vai leve, fica com a linha de água muito baixa e por isso tem um melhor desempenho.

Tem muitos pontos de ancoragem onde se podem colocar bancos e outros acessórios. Pode até fazer-se uma adaptação para que o barco possa levar uma vela.

Tem também cintas para prender sacos estanques com a carga que seja necessária.

O preço deste barco ronda os 600€. Mas depois vêm os acessórios e facilmente se gasta outro tanto. Bancos, pagaias, prendedores de joelhos, sacos estanques, etc.

Imagem
Kayak monolugar, em fibra
(manobra de entrada a bordo)


Pagaias

Mesmo que não se comprem umas pagais topo-de-gama, devem procurar-se umas que sejam melhorzinhas. No meu caso optei por não comprar articuladas porque tinha espaço no carro para as levar lá dentro. Além de que desconfio que depois de muita utilização, o encaixe que "corta" a pagaia ao meio, poderia começar a ganhar folga.
O tamanho da pagaia depende da altura do remador. Mantenha-se direito, com o braço levantado e a pagaia ao seu lado. A altura da pagaia deverá ser a ponto do extremo encaixar exactamente na curvatura dos dedos fechados.
Preço: Aproximadamente 35€/cada.

Bancos

Imagem
SOT Carregado

Se vai andar umas horas sentado(a) a remar, é bom que tenha uns bancos confortáveis. Os melhorzinhos custam na ordem dos 35-50€. Os meus custaram 35 e 45€ respectivamente. Há propostas numa borracha de alta densidade (50€), mas eu duvidei da sua resistência. Esses devem ser até um pouco mais confortáveis que aqueles que comprei e sobretudo devem secar muito depressa.
Mas acabei por comprar bancos da BIC que me pareceram muito resistentes, além de terem uma bolsa nas costas onde se podem transportar objectos importantes, como a garrafinha de álcool ;)
É importante que os bancos tenham costas porque é aí que mais contam nos percursos longos.

Coletes

Imagem
Colete

Fundamental! Excepto talvez para umas voltinha curtas na barragem. Os coletes para canoagem são muito curtos, para não dobrarem na zona abdominal quando se vai sentado. São também muito folgados nos braços para não prenderem os movimentos. Não são coletes de salvação mas sim auxiliares de flutuação. Alguns têm bolsas no peito para guardar luvas ou outros pequenos objectos e nas costas para o "camel bag". Preço: 35€.

Outros acessórios

Imagem
Fato

Cintas de perna: Não são fundamentais. Alias, eu comprei e ainda não vi necessidade de utilizar. Servem para que nos consigamos manter direitos no barco, quando a ondulação está forte. Por exemplo, quem vai brincar para as ondas, necessita de algo que obrigue o kayak a acompanhar os movimentos do corpo.

Fato: Para saídas no Inverno é fundamental. Sugiro um fato fino para que possa manter a flexibilidade. Eu comprei um de 2,5mm, de alças, que me deixa os braços libertos. Na prática são apenas umas calças mas que protegem até ao peito. Procurei um que tivesse um reforço no rabo, uma vez que é o ponto onde haverá maior abrasão. As pernas também são parcialmente reforçadas. Há quem utilize fatos de mergulho. Mas se não estiver de facto muito frio, pode tornar-se num pesadelo de calor. Alem de que prendem muito os movimentos e são mais difíceis de vestir/despir. Preço: 35€.

Camisola de licra: É barata e protege. Seca muito depressa. Visto uma por baixo das alças do fato. Preço 12€.

Corta vento: Há alguns específicos que custam na ordem dos 35€. Mas na prática qualquer um que seja largo e tenha elástico na zona abdominal para poder subir, serve perfeitamente. Serve para ajudar a manter o calor e para eventuais chuviscos. Convém que tenha uma bolsa no peito.

Sacos estanques: Os grandes servem para levar bagagem. São sacos de neoprene robustos que dobra na boca para não deixarem entrar água. Nos barcos semelhantes ao meu podemos levar um grande ao meio, um mais estreito na proa e outro também estreito na popa. Preço (60 litros): 25€.
Depois há os pequenos, para levar pequenos objectos como a carteira ou um telemóvel. O processo de fecho é o mesmo. Preço: 5€. Há ainda uns maiorzinhos que são bons para levar uma máquina fotográfica ou de vídeo. Ficam presos às cintas do barco e estão sempre à mão para se fazer um registo e voltarem a receber o equipamento.

Onde comprar

Nada como fazer uma pesquisa. Está aí parte do gozo de quem gasta dinheiro :D

Eu comprei ao Sr.Costa Mota, homem simpático e bastante rodado nestas andanças das Kayakadas. Representa na zona Sul, a marca RTM, numa espécie de sociedade com a Sipre (importador).

Orçamento

Este é apenas um exemplo de uma configuração...

- Kayak: 600
- Pagaias: 70€ (35+35)
- Bancos: 90€ (45+45)
- Coletes: 70€ (35+35)
- Fatos: 70€ (35+35)
- Camisolas de licra: 24€ (12+12)
- Corta vento: 70€ (35+35)
- Saco estanque: 30€ (25+5)

Total: 1024

Imagem
Criatividade

Agora toca a ir às compras e vamos explorar cada recanto que tenha água...

Imagem
Os melhores momentos da vida são passados com amigos

_________________
Paulo Alves
Estar longe é estar (des)perto!


Editado pela última vez por palves em 12 mar 2007 09:47, num total de 1 vez.

Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 05 fev 2007 09:26 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 30 dez 2005 23:43
Mensagens: 156
Localização: Sintra/Portugal
:lol: Aquela foto da criatividade só pode ser de uns gajos muita calinas que achavam que pagaiar faz mal aos braços :lol:

Foi o dia, desde que pratico canoagem, onde mais me ri e diverti, e se calhar onde mais fiz força aos braços :D

É que quando o vento dava a sério, nem a descer ondas em Carcavelos em Novembro, ia tão depressa!!!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 06 fev 2007 14:42 
Desligado
Dinamizadores
Avatar do Utilizador

Registado: 01 jan 2006 19:33
Mensagens: 50
Localização: Amadora/Portugal
Há ainda outros acessórios que tenho, ou que tenho de comprar e penso que podem dar jeito:





Botas de Borracha

Principalmente no inverno dão muito jeito. Eu optei por uma medida um pouco maior do que necessário para facilitar a entrada e a saida do pé. Em alternativa, e para combater este excesso de espaço dentro da bota, irei comprar um género de meias de licra (cerca de 1,5 mm) para dar mais aquecimento, ajudar no calçar e descalçar da coisa e preencher os espaços em branco


Luvas

Há umas luvas próprias para Kayak, com pele na zona da palma da mão e outro tipo de reforços. Devem ser muito boas no verão mas no inverno deixam entrar água e tornam-se frias. Para o inverno estou a pensar em conprar umas todas em neoprene de 3mm, de forma a que não arrefeça as mãos. Podem não ter a mesma resistência à abrasão mas devem ser mais confortáveis. Depois contarei como foi :lol:

Custo - 13€ o par



"agarra" pagaias

Há quem diga que são um esforço e que são desnecessárias. Mas se forem fazer águas bravas ou surfadas nas ondas podem dar uma grande ajuda para não se perder a pagaia. Há umas soluções de raiz que custam cerca de 18€, mas pode-se sempre fazer uma coisa mais artesanal recorrendo aquelas pulseiras dos surfistas/bodyborders (cerca de 5€ o par na dechatlon) e cerca de 1,5 metros de elástico (daqueles vendidos a metro). Atenção para nunca prenderem esta coisa ao corpo, apenas e só no Kayak, e utilizem elástico em vez da simples corda pois pode ser o suficiente para não sufocar se a coisa correr mesmo mal.

Custo - 5€ a pulseira + 3m elástico €€€?


Caixas de Arrumação

Uma caixa de plástico para carregar as coisas dá muito jeito, não só para não termos problemas domésticos devido à desarrumação desta parafernália de coisas mas, principalmente, para as podermos trazer para casa sem ter de molhar o carro. Uma caixa de plástico com mais de 50l é suficiente para levar este material todo.

Custo - 10€



Corda

Dámuito jeito levar sempre um bocado de corda dentro do barco.Quer seja para depois puxar por ele quando temos de andar por cima de lodo e sem água (o barco deslisa muito bem), quer seja para o prender a algum lado e abandonar a embarcação, quer seja mesmo para podermos ser rebocados por uma outra embarcação. Este elemento também pode ser comprado a metro e podemos escolher o diâmetro que quisermos. Eu, no meu caso comprei 12m com o diâmetro de 6mm

Custo - 0,8€/m


Cintas

Não se esqueçam que o kayak tem de viajar bem preso ao carro para evitar dissabores. Neste campo, são sempre necessárias duas cintas com, pelo menos, 4,5m de comprido para que se possa prender um barco e as duas pagaias às barras de tejadilho.


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: 06 fev 2007 19:14 
Desligado
Membros
Avatar do Utilizador

Registado: 01 jan 2006 20:04
Mensagens: 18
cribatejo Escreveu:
"agarra" pagaias

... surfadas nas ondas podem dar uma grande ajuda para não se perder a pagaia.


É mais para não perder o Kayak, porque a pagaia nunca se larga, mas mesmo nunca.

_________________
Paulo Domingues
Atira-te


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 4 mensagens ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal